relacionamento@hdtecnologia.com.br
(62) 3996-7600

Como realizar uma boa gestão de contratos

A gestão de contratos, basicamente, compreende em acompanhar todo o processo que envolve contratos, a partir do uso de procedimentos, medidas e controles que culminam na administração eficaz de todas as etapas da realização de contratos.

 

Para que uma boa gestão de contratos aconteça é imprescindível providenciar um planejamento e programação de detalhes que serão envolvidos no contrato, como prestação de serviços, prazos, valores, obrigações e deveres dos envolvidos. E tão importante quanto fechar um contrato, é preciso saber gerenciá-los da melhor maneira possível.

Confira dicas que nós da HD Tecnologia preparamos para que sua empresa possa realizar uma boa gestão de contratos:

 

  • Redação do contrato – Essa é a etapa mais importante, pois se bem realizada pode evitar problemas para ambos os envolvidos. O contrato precisa ser redigido de maneira clara, assertiva e alinhada ao que a empresa pode oferecer ou mesmo usufruir, para evitar gastos desnecessários. Deixe bem definido as multas e penalidades referentes à possíveis quebra dos termos do contrato para todas as partes, uma assessoria jurídica é de suma importância nesse momento.
  • Organização – Organize bem os seus contratos, pois isso vai proporcionar agilidade para seu negócio e alinhamento para dar andamento em cada contrato concretizado. Defina procedimentos para arquivamento, separe por natureza dos contratos (clientes, fornecedores, etc.), duração e vencimento, assim é otimizado a localização e controle de cada contrato firmado.
  • Monitoramento – Fique atento às alterações de valores e condições contratuais, essas mudanças devem ser acordadas com antecedência, para que tudo o que esteja no contrato seja contemplado e cumprido, além de programar os impactos financeiros que poderão ocorrer. Esse controle deve ser realizado com constância.

 

Uma boa gestão de contratos é pautada em detalhamento, trabalho minucioso e deve fazer parte da rotina de qualquer empresa. Quando bem acompanhado, o contrato é uma ferramenta fundamental para crescimento e a gestão empresarial.

Uma boa política de comissionamento fará sua equipe vender mais

O propósito de toda e qualquer empresa é vender, independente do mercado de atuação, e para isto, manter uma equipe de vendas motivada é um desafio necessário. Afinal de contas, é importante investir naqueles que diretamente trazem dinheiro para a empresa.

 

Atuar como vendedor não é para qualquer pessoa, assim como nas outras áreas da empresa, o profissional de vendas é um especialista. Venda não é sorte, o bom vendedor é aquele que entender sobre o produto ou serviço que oferece e também sobre o negócio do cliente. Se na sua equipe você possui um vendedor que obtém bons resultados ao longo de 24 meses, é essencial para sua empresa mantê-lo.

 

O comissionamento sobre as vendas é o modelo mais comum e efetivo para incentivar a equipe comercial. No momento de definir a política de comissionamento deve-se considerar o planejamento estratégico da empresa e o bom senso, pois é essencial recompensar os vendedores sem comprometer os lucros da empresa. Para estabelecer o seu processo de comissionamento temos duas opções de modelo:

 

  • Comissionamento Variável: este tipo de comissionamento é ideal para as empresas que trabalham com vendedores autônomos ou representantes comerciais. Com este modelo só recebe quem vende. O benefício para a empresa é o baixo custo fixo. O uso de representantes comerciais também representa menor custos trabalhistas, uma vez que não há vínculo empregatício, a relação é baseada na prestação de serviços.

 

  • Remuneração fixa + Comissionamento variável: Uma opção para as empresas que optam por manter uma equipe de vendas própria. Neste caso, o colaborador terá uma remuneração mínima (normalmente é o salário base da categoria), mais os direitos trabalhistas estabelecidos pela CLT ou Convenção Coletiva de Trabalho. Aqui o comissionamento é um incentivo para o aumento das vendas, fornecendo ao profissional a possibilidade de melhores ganhos, conforme as vendas realizadas.

 

Outro ponto a ser considerado no comissionamento é a sazonalidade. A maior parte das empresas realizam o pagamento mensal de comissões, mas nas grandes empresas é comum o pagamento trimestral de comissões. A diferença está na geração de motivação, o comissionamento mensal por se tratar de um período mais curto entrega valores menores. No pagamento do trimestre a comissão será no acumulado do período, então o vendedor receberá um montante maior no período. No final a escolha deve se basear no plano de negócio, considerando a estratégia de venda e a gestão financeira.

 

Faça o download grátis da Planilha de Controle Financeiro e tenha em mãos a gestão completa de contratos da sua empresa, como: faturamento, renovação e reajustes.

 

 

IMAGEM - Planilha Controle FInanceiro

Empreendedorismo – atitude e inovação

Você sabia que 50% dos brasileiros têm tendência ao empreendedorismo?

 

Talvez a afirmação acima deixe muita gente impressionada, mas pode acreditar ela é real. Para embasar mais este dado, primeiro temos que desmistificar a ideia de que empreendedor é aquele que abre um negócio ou uma empresa.

 

É mais provável que o termo apropriado para “abridor de empresas” seja empresário, mas nem sempre um empresário seja empreendedor. O termo empreendedor engloba um significado que pode muitas das vezes te surpreender pelo fato de você descobrir que também pode ser empreendedor. Empreender está diretamente ligado ao ato de inovar e tomar atitudes que possam fazer a diferença. Existem uns que acreditam que já nasceram empreendedores, outros que desenvolveram a capacidade de lhe dar com o mercado.

 

Sob a perspectiva de empreendedorismo como inovação vemos que a capacidade de empreender está na capacidade de o sujeito fazer mudanças sociais e institucionais. Sendo assim, temos um país onde 50% das pessoas são capazes de fazer mudanças e assim inovar no segmento em que querem atuar.

 

Mas para o empreendedor a inovação só é inovação se ela for capaz de gerar valor que atenda a real necessidade de um segmento ou grupo de pessoas. Empreendedorismo é criar algo diferente e com valor. O melhor caminho para empresas que querem empreender e começar pelas mudanças, ou melhor, é começar a incluir em sua cultura o potencial para inovar.

 

Talvez você não saiba como fazer isso, ou melhor, não saiba empreender, mas acompanhar as mudanças no mercado é primordial. Mudanças tecnológicas, sociais e institucionais podem fazer com que você insira a vertente empreendedora em seu negócio.

 

Pode ser também a atualização de um processo ou método, aprimorar a gestão de estoque, financeira, contratos e vendas, ações que podem levar ao crescimento do seu negócio. Recalibrar os processos de gestão empresarial da empresa, pode trazer mudanças positivas e consequentemente criar uma barreira contra a crise.

 

É comum você se sentir obrigado a ser empreendedor porque o mercado bombardeia um trilhão de conselhos de como se tornar um, até porque para empreender é preciso sair das velhas fórmulas de como alcançar o sucesso. Por isso fique atento. Empreender depende mais das suas atitudes do que de qualquer outra coisa. Assuma novas atitudes, inove e crie valor, seu poder de empreendedor estará aí.

4 pontos simples para começar a fazer pós-venda

Já falei em outro artigo que é bem mais barato manter um cliente que você já tem, do que conquistar novos clientes. A tarefa de manter o cliente é tão importante quanto captar novos clientes. Isto porque a cada dia que passa podemos perceber que os clientes estão cada vez mais desapegados com as marcas e se você não puder fazer algo diferente, a concorrência vai te atropelar.

 

O acompanhamento da experiência do cliente com seu produto pode ser uma experiência complementar nas estratégias de venda que você possui.

 

Dependendo dos dados e estatísticas que você pode captar, as ações de venda podem se tornar mais eficazes e baratas para captação de novos clientes.

 

Existem atualmente dois modelos principais de pós-venda, o ativo, onde a empresa entra em contato para coletar informações sobre a receptividade do produto com o cliente. O segundo é o modelo receptivo é o outro modelo de pós-venda, onde o cliente entra em contato para solicitar algo sobre o produto ou serviço que comprou.

 

Abaixo vou listar 4 pontos simples para que você possa começar um pós-vendas e eficaz e eficiente:

 

1. Entre em contato com seus clientes

 

Se sua empresa trabalha com produtos e serviços é importante designar um função especifica de ligação aos clientes, em um determinado tempo estabelecido, para saber como anda seu produto que ele adquiriu. Saber fazer isso é não levar um susto quando o cliente ligar querendo cancelar, refazer ou devolver o produto.

 

Neste caso você saberá quais estão mais satisfeitos e quais estão mais insatisfeitos, fazendo com que os casos com mais necessidades sejam tratados com mais cautela.

 

2. Fique atento às reclamações

 

Ferramentas como planilhas e sistemas de gestão são bastante eficazes para o monitoramento da satisfação dos clientes em relação aos produtos e serviços.

 

Identificar os problemas do cliente, é um grande passo que você dá para vender mais e conquistar o sucesso. Entendendo o motivo da reclamação é o que o cliente espera que você faça por ele.

 

 

3. Não deixe o cliente esperando por respostas

 

A pior coisa que existe é o cliente clicar em “contate-nos” ou “fale com a gente” e após preencher todo o formulário de mensagem, não ser respondido. Não deixe que ele sinta que a empresa não está dando atenção para ele. O cliente precisa se sentir exclusivo.

 

Respeite e tente se comunicar da melhor forma com as críticas de seus clientes. Agradeça sempre que sua empresa for elogiada. Toda opinião sobre nosso negócio deve ser valorizada.

 

4. Cumpra o que você prometeu oferecer

 

Você estará literalmente enganando o seu cliente ao oferecer um produto ou serviço que não condiz com o que o vendedor ofereceu.

 

Por motivos menores, empresas têm passado por longos processos judiciais, além do que isso torna cada vez mais negativo o valor agregado em seu produto.

 

Use estratégias específicas para poder inflar o valor do seu produto, mas nunca engane oferecendo o que seu produto ou serviço não pode dar.

 

O que fica ao final deste artigo e que eu acho que traduz tudo que gostaria de dizer a vocês, é frase de Tony Hsie, CEO da Zappo de propriedade da Amazon.com:

 

“As pessoas podem não lembrar o que você fez ou disse, mas sempre se lembrarão de como se sentiram”.

 

 

GESTÃO DE VENDAS E CLIENTES É NA HD!

 

O CRM de seu negócio vai ficar em boas mãos!

 

Sua gestão de clientes pode ser automatizada, gerando mais tranquilidade e tempo para você.

 

A HD Tecnologia está há 21 anos no mercado, somos especialistas em sistema de gestão empresarial. Apresentamos você ao nosso sistema de gestão empresarial “Lírio”. Rápido, fácil e completo!

 

  • Registro de interações de funcionários, clientes e fornecedores;
  • Registro de atividades internas/externa;
  • Pesquisa e visualização do histórico financeiro de funcionários/clientes e fornecedores.
  • SFA para acompanhamento de rota do vendedor e registro de compra, venda, gastos e cobranças, via dispositivo móvel.

Gestão de contratos – Não perca na hora de vender

Sabe o que acontece quando você bota muita força nas negociações mas quando o contrato está nas mãos você esquece de botar força na gestão? Então, é sobre isso que nós vamos falar. O mais importante é você saber que a gestão de contratos vai muito além de assinar papéis. Os contratos estabelecem os enquadramentos da relação de negócios que você tem com seu cliente.

 

Cuidar destes documentos exige pessoal qualificado, responsabilidade e cuidado, portanto a gestão de contratos propõe uma mudança no compromisso e seriedade da cultura administrativa do seu negócio. Saber entender o que diz cada cláusula, organizar e estar preparado para quando seu cliente vier atrás de você para rever o contrato, demonstra a eficiência e experiência de sua empresa. E pode ter certeza, isso acontece muito.

 

Empresas que querem ser sucesso no mercado, passando desapercebidas pela crise no mercado, precisam criar o hábito de organizar, acompanhar e contabilizar seus contratos. As empresas que não cuidam de seus contratos têm grande risco de aumentar perdas financeiras provenientes da falta de organização.

 

Imagine um cliente insatisfeito pronto para ver o seu contrato de serviço. Agora imagine você despreparado para atendê-lo por falta de um controle eficiente de seus contratos? Além de perder o cliente sua empresa ainda sai com fama de despreparada.

 

Para começar esta organização, é comum o uso de planilhas eletrônicas na gestão de contratos. Mas até em que ponto elas serão eficazes para sua firma? “[Para empresas com] até 40 contratos, é possível administrar na planilha, mas, depois, é melhor adotar um programa específico”, dizem os especialistas em gestão.

 

Gestão de contratosMais uma vez o uso da tecnologia seria seu aliado na fortificação da sua empresa. Um bom software de gestão substituirá uma planilha limitada abrindo o leque administrativo para o caminho mais eficiente. Gestão de contratos é coisa séria! Organizar e entender seus contratos é o caminho mais seguro que você pode seguir. Imponha-se no mercado como referência em tecnologia, atendimento ao cliente e organização.

 

Um bom sistema de gestão é a tranquilidade em relação aos contratos que você possui, afinal ninguém quer perder na hora de vender.Para entender mais sobre a importância da gestão de negócios e iniciar este paço em sua empresa, compartilhamos grátis para você a Planilha para Gestão de Contratos Baixe agora e aproveite o conteúdo.

 

Processo otimizado de gestão de contratos

 

A HD Tecnologia já está há mais de 21 anos no mercado, sistematizando e automatizando a gestão em diversos tipos de empresa.

 

Nosso sistema de gestão empresarial “Lírio” possui diversos mecanismos de gestão empresarial. Otimizamos os processos mais importantes dentro de sua empresa como: gestão de vendas, gestão de estoque, CRM, gestão financeira, gestão de compras, gestão fiscal, NFe/ SPED e claro, gestão de contratos.

 

Outras funcionalidades de nosso sistema:

 

  • Lançamento de contratos
  • Renovação/Reajuste de contratos
  • Faturamento de contratos

10 dicas para tomar decisões corretas em sua empresa

No mundo globalizado, há uma grande necessidade das empresas, principalmente as de pequeno porte, de estarem atualizadas e se informatizarem, a fim de evitar a mortalidade precoce das mesmas. A informatização das empresas evita o desperdício, promove uma melhor comunicação na equipe e favorece a gestão administrativa.

 

Há muitos desafios para quem está começando a empreender através de uma MPE. É preciso inovar em produtos e serviços de acordo com as necessidades dos clientes, é importante estabelecer metas de produção, de vendas, fazer pesquisa de mercado e achar clientes.

 

Ter capital de giro para compra e manutenção de equipamentos e matéria-prima em base regular. Vender através de uma loja virtual consistente e ter planejamento e controle financeiro é também uma tendência atual. A fim de se organizarem melhor, os gestores precisam ter estes dados sempre atualizados e ao alcance de forma ágil, o que só é possível através da automação, com sistemas e tecnologias que visam agilizar os processos, bem como otimizar os resultados.

 

A falta de atualização de MPEs para sistemas mais modernos de gestão acarretam uma série de problemas que pode atrasar o seu desenvolvimento futuro. Alguns deles são:

 

  • Planilhas desatualizadas;
  • Burocracia na atualização de dados;
  • Estagnação;
  • Baixa competitividade no mercado;
  • Problemas com equipes e comunicação;
  • Registros defasados e falta de confiabilidade.

 

10 dicas para tomar decisões corretas na sua empresa

 

Como fazer então para evitar problemas futuros? Algumas dicas podem ajudar.

 

  1. Sobre problemas que possam surgir, é preciso buscar informações sobre a forma de resolvê-los, ter sempre uma outra alternativa para avaliar qual a melhor a seguir. Estabelecer despesas e receitas e fazer os ajustes necessários a partir delas. Ter um fluxo de caixa como base para investimentos. Estar atento ao capital de giro, fazendo um planejamento e controle para evitar desperdícios.
  2. Preste atenção aos funcionários e valorize-os. Veja o que cada um tem de valor, seus talentos e invista neles para auxiliá-los nas etapas necessárias à gestão de sua empresa. Os funcionários são o melhor ativo e ajudam a empresa a crescer mais rápido. Existem sistemas de automação que visam um melhor desempenho de todas as funções e pessoas da empresa, o que favorece a comunicação, que se torna mais fluída, fazendo com que as pessoas identifiquem melhor quais as suas atividades
  3. Seja responsável por suas escolhas. Mesmo correndo riscos, esteja consciente de que ninguém é perfeito e nem acerta todos os dias.
  4. Tenha claro em sua mente o que é melhor para você e para os outros envolvidos no seu negócio. Isto envolve a parte física, mental, emocional e espiritual.
  5. Evite levar tudo para o lado pessoal. Quem age desta forma responde emocionalmente às questões e problemas. Lembre-se que as pessoas agem como agem por questões que dizem respeito a elas e não a você.
  6. Na dúvida, não faça nada. Quando fazemos algo, não há como escapar das consequências. Na melhor das hipóteses em situações difíceis é deixar que se resolvam por elas mesmas. Se não estiver seguro sobre fazer ou não algo, não o faça.
  7. Ter rentabilidade como meta. Para uma empresa crescer, é importante que ela tenha lucratividade. Tenha sempre o lucro como objetivo. Faça isto por otimizar os procedimentos, modernizando-os. Defina objetivos estratégicos e delegue sempre que possível as obrigações.
  8. Mesmo conhecendo suas limitações, não permita que elas influenciem suas decisões. Busque sempre orientações a fim de poder tomar a melhor atitude. Faça cursos de reciclagem na área de sua empresa sempre que possível.
  9. Não tome decisões baseadas nas experiências dos outros. Não deixe que elas influenciem suas escolhas.
  10. Tenha sempre em foco o cliente. A satisfação do cliente é essencial. Atenda-o sempre da melhor forma, pois assim ele retornará. Nunca ignore um cliente ou potencial cliente. Converse, busque compreender problemas e solicitações. Isto leva a conhecimentos que podem trazer as inovações necessárias.

 

A tecnologia hoje bate à nossa porta, o mercado anda cada vez mais competitivo. É importante uma empresa com sistemas automatizados que melhorem o desempenho. Atualmente, há sistemas administrativos para pequenas ou médias empresas. Você sai na frente dos concorrentes, bem como economiza tempo e recursos ao utilizar estas tecnologias.

 

botao-de-cta-hd-tecnologia-estoque-e-book

O que é Nota Fiscal Goiana?

Nota Fiscal Goiana é um programa que, por meio da distribuição de prêmios, visa incentivar os cidadãos a solicitar a inclusão do CPF na emissão do documento fiscal no ato de suas compras, bem como conscientizá-los sobre a importância social do tributo. Nfg Através do Programa, os cidadãos concorrem a prêmios de até R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) e as empresas participantes reforçam sua responsabilidade social com o Estado e a sociedade goiana.

O sorteio dos prêmios em dinheiro será mensal, anual e em datas comemorativas. O desconto do IPVA será de 5% em 2016 para todos que fizerem o cadastramento neste formulário. O cadastramento poderá ser realizado a partir do dia 02/02/2015, a cada R$ 1,00 em compras equivalem a um ponto e a cada 100 pontos o consumidor ganha um bilhete para participar do sorteio.

Para entender melhor clique aqui. A HD Tecnologia se preocupa em oferecer sempre o melhor e mais justo aos seus clientes já está parametrizada com essas e outras mudanças da exigência fiscal. Confira conosco como podemos auxiliar a sua empresa na busca por uma administração de qualidade e lucrativa.